FANDOM


A guerra do Esfíncter foi um conflito entre as Esfirras Marxistas Emancipacionistas Lituanesas dos Emirados Congressistas (EMELEC) e as Berinjelas Odonto-Cardiogressistas Autônomas (BOCA).

Os lados do papyro Editar

O lado esfirrense Editar

As esfirras eram constituídas como um todo, mas existiam separações flagelantes entre grupos de mesma ideologia mas diferente estímulo fecal:

  • Esfirras de carne: As esfirras carnudas possuíam uma posição esquerdista emancipo-oriental.
  • Esfirras de frango: As frangolinas eram direitopatas constituintes.
  • Esfirras de queijo: As lactídeas posicionavam-se frentistamente em movimentos peristálticos.

Mesmo com posições amamentadoras opostas, elas uniram-se contra as berinjelas, sendo lideradas pelo Haroldo Astolfo Bernardino Igneo-Basco de Singapura (HABIBS).

O lado berinjelino Editar

As berinjelas (do latim, berin = decepção e jela = venenosa) eram um povo árduo que viviam em restingas catingosas, mais predominantes nas regiões sudoeste de Papua Nova Guiné nordeste de Sococó da Ema (dois grandes bairros de São Paulo).

Os primeiros anos de guerra Editar